sexta-feira, 13 de abril de 2012

Tá na hora de lavar a roupa suja

Vou logo começar esse post avisando que é melhor tirar as crianças da sala. Faz tempo que eu não escrevo nada por aqui e já estava cansado de ver a merda subindo e esses incompetentes do caralho tratando todo mundo como se fosse gado.

Tô cansado de ver a torcida se iludindo por conta do Carioca. Velho, foda-se a porra da tradição. Esse campeonato não nos serve de absolutamente NADA no mundo do futebol e o pessoal ainda o trata como se fosse algo de uma grandiosidade sem limites. O carioca era pra ser tratado como campeonato de pré-temporada. Apenas uma chance de conseguir colocar o time nos eixos usando como sparring os nossos coleguinhas de estado. Conseguiu o título? Ótimo. Não conseguiu? Vamos ver o que se pode tirar de lição tática/técnica para melhorar o time para as competições que realmente importam.

Fomos eliminados da Libertadores. E agora? Vai me dizer que você, torcedor, vai ficar satisfeito com o desempenho do Flamengo nesse primeiro semestre se o time conseguir conquistar o Carioca? Ah, foda-se. Não sou otário. O pior é que vai vim jogadorzinho mascarado, técnico falastrão e dirigente cara-de-cu para falar merda se o clube conseguir conquistar esse título. Vão dizer que o time estava devendo à torcida e bla bla bla... Conversa pra boi dormir e enganar torcedor acéfalo. Sabem por que? Porque no final das contas o time ainda vai ficar na mesma e quando começar o brasileiro não teremos time para seguir na competição até o final e os velhos fantasmas de rebaixamento aparecerão se o Flamengo continuar com essa mesma filosofia de time pequeno que vem sendo implementada nos últimos anos.

O maior clube do Brasil sendo administrado amadoramente não é novidade para ninguém. Mas tudo tem um limite e creio que a administração/coordenação/comando dessa atual diretoria fica abaixo do nível amador. É quase que pegar um time de futebol infantil de um colégio e colocar pra disputar o campeonato brasileiro adulto. Não, melhor, para colocarmos todos no mesmo mercado... É como colocar o tiozinho do fiteiro da esquina que vende cigarro à unidade para administrar a Vale do Rio Doce. Esse é o nível de administração que temos para o tamanho do Flamengo.

Vocês podem me criticar, me chamar de vascaíno... o caralho! Mas como torcedor e um fodido financeiramente achei a eliminação dolorosa. Como cético e raivoso achei a emilinação deliciosa só pra não deixar o gostinho de um triunfo qualquer na mão desses filhos das putas incompetentes e sangue-sugas que comandam o clube mais amado do Brasil. Agora chegou a hora da torcida, sócios e pessoas responsáveis de cobrar e de agir para melhorar o Flamengo. Zico e todos os que foram enxotados da Gávea por esses crápulas devem estar sentindo a mesma coisa que eu. Uma mistura de tristeza com um prazer imensurável.

E o que falar dos jogadores?

Velho, eu nem sei o que falar direito. Quando eu penso que o Ronaldinho ganha em um ano mais do que eu ganharei em toda a minha vida trabalhando feito um filho de uma puta, e tudo isso para jogar quando quer e ainda ser idolatrado por grande parte da torcida e ter aval de Pode Fazer Tudo da diretoria... Isso me deixa nervoso pra caralho. Eu não quero o Ronaldinho do Barcelona (mentira, quero sim. Mas tenho noção de que o cara não é mais o mesmo há anos.) porém se esse filho de uma cadela jogasse apenas 25% do que ele sabe, ele colocaria o Flamengo e seus outros jogadores medíocres muito acima da média Sul-Americana. Digo isso pq quando o Romário voltou para o maior do mundo em 1995, começou a tirar onda Brasil à fora, começou a treinar quando queria e começou a jogar apenas o que dava pro gasto pra humilhar a galerinha por aqui, ele foi artilheiro de praticamente tudo por onde passou. E olha que o baixinho tirava uma onda por aí. O que fodeu com Romário eram os elencos que estavam ao seu lado. Mesmo quando o Flamengo conseguiu o "Melhor ataque do mundo" não tinha jogador com qualidade pra servir esse ataque e tudo acabou como a gente sabe.

Nosso elenco pode até ser limitado e muito carente em seu setor defensivo, mas se comparado aos times em que o Romário jogava esse time de hoje tá mais pra uma seleção nacional. E tudo isso pra voltar a dizer que se o Ronaldinho jogasse somente esses 25% ele conseguiria fazer o Love meter de 3 a 4 gols por jogo e ainda fazer uns 2 dele. Mas não, ele treina quando quer e joga quando quer. E diferentemente do Romário ele não resolve quando quer e não bate no peito pra dizer "Aqui, manda aqui que eu resolvo a parada!".

Eu poderia aqui falar sobre uma porrada de jogador mas nem vou perder meu tempo com isso. Tô muito puto quanto a essa eliminação. Não vou falar também do inútil do Joel. Mas que fique claro que aquela "dívida" que tínhamos com ele por conta da última eliminação contra o América em sua "despedida" do Flamengo, agora está quitada e com praticamente todos os méritos voltados para a imcompetência de dar cara a um time. Joel não é técnico de projeto, ele é o bombeiro que sabe motivar o time quando esse já está na merda. E provavelmente foi isso que aconteceu na noite de hoje. Motivou o time, que venceu de 3x0, mas que já era tarde de mais por conta de ter cagado todo o projeto anterior (se é que existiu algum).

O único cara que eu tenho pena de verdade em toda essa confusão é o Vagner Love. O cara pode tirar onda, ir pra pagode, beber, participar de orgia ou namorar, casar quem ele bem entender. Mas todo dia tá lá treinando e todo o jogo tá lá dando o sangue pra conseguir uma vitória para o Flamengo. E ele faz isso pelo simples fato de saber o que é ser Flamengo. A importância do que é ser Flamendo e do que é ser jogador do Flamengo para representar a maior e mais democrática torcida do Mundo. O Love é o típico jogador/torcedor que ama o clube em que joga. Chorou na primeira vez em que foi contratado e na segunda vez, apesar de já ter defendido o clube e de já saber como era jogar por aqui, chorou de novo mesmo tendo dito que teria controle quanto a isso. Chorou pois a gente não consegue controlar aquilo que a gente sente de verdade. O amor que o Love sente por defender as cores do Mengão é o mesmo que o meu ou o seu, caro torcedor. Pois se um dia eu fosse contratado para defender o Manto sagrado eu sei que choraria assim que o vestisse. E ontem, ao ver o Love chorando em campo como um verdadeiro amante do Mengão eu tive pena dele.

Agora voltaremos à estaca zero. A missão é mais difícil do que a do ano passado, quando tínhamos a Copa do BR e o Brasileirão para tentar chegar à Libertadores. Por conta própria "escolhemos" nos perder no meio do caminho e voltar ao início procurando o modo mais complicado de achar a saída. Porém que fique bem claro que: Continuar a andar da mesma forma como quando nos perdemos para tentar chegar ao mesmo objetivo é de um amadorismo e falha sem tamanho. Portanto é melhor que as coisas melhorem de um jeito ou de outro, caso contrário nosso futuro esse ano parece não ser dos mais agradáveis para nós, verdadeiros guerreiros rubro-negros (sim, estou incluindo o Vagner Love nessa lista.)

SRN

0 comments:

Postar um comentário

!!!ATENÇÃO!!! - Leia antes de comentar

1 - A administração tem SEMPRE razão

2 - Qualquer comentário como "First", "Primeirão", etc. Não será aprovado, portanto nem se dê ao trabalho.

3 - Comentários de conteúdo racista/preconceituoso não serão aprovados

4 - Comentários contendo simplesmente um link para outro blog serão rejeitados. Não faço isso e acho extremamente sem graça quando alguém o faz. Quer deixar o link como uma assinatura? Ok, mas ao menos comente algo pertinente ao assunto do post em questão.

5 - Quer ser parceiro do Blog? Vá à página de contatos, lá tem o e-mail para você fazer isso.

6 - Quer sugerir algum tipo de post, assunto, etc? Leia a resposta to item #5

7 - Comentários anônimos estão liberados (não sei o movito) porém posso muito bem reprovar qualquer um que seja devido aos motivos anteriormente citados.

8 - Não concorda ou ainda tem alguma dúvida? Leia novamente o item #1

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More